quinta-feira, 3 de agosto de 2017

ONDE ESTÁ O AMARILDO ? - by LdeM







onde está o amarildo ?


passos pesados nas sombras
passam vultos sem faces
- qual nome? qual identidade? -
exibem seus distintivos
apresentam cacetetes
marcham sem sorrisos
passos pesam no escuro
levam mais cartuchos
& gritam ordens
& arrebatam sonhos
& carregam corpos

- de onde? para onde? -

alvos na mira
tiros ecoam ativos
deixam rombos & ecos
em paredes & tetos
silenciam as vozes
& produzem órfãos
deixam o choro convulso
de mães sem filhos
de famílias sem futuro

- quem ganha? quantos perdem? -

novos números contam
para frias estatísticas
de burocracias doentias
de comandos tantos
de sinas assassinas
de donos da ordem
& regresso funesto
sem face sem nome
deixam cartuchos
& abandonam feridos
& arrastam mais corpos
& desaparecem na neblina
& volatizam joãos,
silvas e amarildos ...
corpos guiam as ruelas
amarildos somem nas favelas
tiros violam lares
em torturas militares
amarildos sobrevivem
zés-ninguém, idem ...





jul /17



by Leonardo de Magalhaens